Lua, testes com nova webcam

Recentemente, uma amiga desencantou duas webcams prontas para irem para o lixo e, como tal, material perfeito para abrir & partir. Uma delas, com um CMOS com cerca de metade do tamanho da Frankencam que uso habitualmente, tem um driver capaz de suportar 1280×720 e a ideia de quase duplicar a resolução disponível, foi suficientemente apelativa para me obrigar a umas experiências.
Ao contrário da Frankencam, com esta nova câmara já consigo desligar a exposição automática, mas não consegui chegar a acordo com o equilíbrio de branco e tive uma lua cor de rosa como resultado. Para o caso da Lua não é uma situação grave, mas irei fazer mais tarde nova experiência, reintroduzindo o filtro de IR original.
Com a visibilidade desta noite e os píxeis minúsculos do sensor, o foco foi uma situação muito complicada e todas as imagens resultantes ficaram demasiado “softs”, o que obrigou a um uso excessivo de waveletts e sharpening. Por outro lado, mesmo a 5fps, a resolução de 1280×720 parece-me comprimida dentro da própria câmara e terei que voltar a realizar testes com uma rez mais baixa.

Ainda não desisti, mas não conto que esteja aqui um susbtituto capaz para a frankencam.

Anúncios